Ministério da Economia remaneja R$ 61,5 mi em emendas impositivas de bancada estadual

Os créditos suplementares vão reforçar com R$ 30 milhões as dotações do Ministério da Saúde

Portaria do Ministério da Economia publicada nesta quinta-feira (9) no Diário Oficial da União remaneja R$ 61,5 milhões em emendas impositivas de bancada estadual incluídas no Orçamento deste ano (Lei 13.978/20).

Cada bancada estadual no Congresso Nacional pode apresentar R$ 219,5 milhões em emendas.

Os créditos suplementares vão reforçar com R$ 30 milhões as dotações do Ministério da Saúde. Devido ao remanejamento, o Ministério da Defesa deixará de contar com quase R$ 19,2 milhões. Foram canceladas ainda emendas antes destinadas aos ministérios da Educação (R$ 7,3 milhões) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (R$ 3 milhões).

Agência Câmara de Notícias

FacebookTwitterGoogle Bookmarks