Governador decreta luto oficial de três dias pela morte de Isnaldo Bulhões

Prefeito de Santana do Ipanema faleceu nesta quarta-feira (08), vítima da Covid-19

O governador Renan Filho decretou, nesta quarta-feira (08), luto oficial por três dias em todo o estado de Alagoas devido à morte do prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões Barros. Ele faleceu no início da manhã de ontem em decorrência de complicações provocadas pela Covid-19.

O decreto foi publicado em edição suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta-feira. Pelas redes sociais, Renan Filho expressou sentimentos à família Bulhões, em especial ao deputado federal Isnaldo Bulhões Júnior e a Renilde Bulhões, filho e esposa do prefeito de Santana do Ipanema.

“Manhã triste em que perdemos um grande alagoano. Homem dedicado, sonhador e de elevado espírito público”, ressaltou Renan Filho.

No decreto, o governador destacou os relevantes serviços prestados por Isnaldo Bulhões ao Estado de Alagoas, no exercício de várias funções públicas: deputado estadual, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE/AL), onde foi presidente três vezes; prefeito de Santana do Ipanema, em seu segundo mandato; e decano da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Isnaldo Bulhões Barros estava internado desde maio na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração, em Maceió, ao testar positivo para Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Ele foi sepultado ontem em Santana do Ipanema.

Agência Alagoas

FacebookTwitterGoogle Bookmarks